segunda-feira, 26 de março de 2018

ALTO-FALANTES PARA CELULAR EM MADEIRA - WOODEN MOBILE PHONE SPEAKERS.

ALTO-FALANTES PARA CELULAR EM MADEIRA.

MADEIRAS:
- Cedro Arana;
- Caixeta;
- Canela;
- Gonçalo Alves;
- Pau Marfim;
- Tauari;
- Folheado Pré composto Ébano;
- Roxinho e outras duas que não identifiquei.

ACABAMENTOS:
- Seladora (duas demãos), e
- Cera para peças marchetadas.


Nesta, foram utilizadas as madeiras: Cedro Arana e a Caixeta.






Nesta, o Roxinho, Tauari, Canela e Gonçalo Alves.





Aqui, o Tauari, Gonçalo Alves, Pau Marfim, Folheado Pré composto Ébano e outras duas que não identifiquei. 





COMENTÁRIOS: Há algum tempo não faço postagem por aqui - aliás em nenhum outro lugar - estive realmente fora da atividade. O primeiro projeto foi confeccionado ao final do ano passado, para atender encomenda de um empresário que presenteou seus principais clientes no festejos de final de ano. Fiz algumas peças além da quantidade encomendada e presenteei amigos e parentes, entre eles minha adorável e adorada esposa. Os dois últimos, foram finalizados neste último final de semana - onde foram utilizadas madeiras sobrantes de projetos anteriores - com destino já programado. Provavelmente uma das premiadas se manifestará aqui e no Face, e logo saberão quem foi a brindada. A segunda demorará um pouco - vou presenteá-la em seu aniversário, mas não sei haverá manifestação.
       O meu afastamento prolongado se deu em virtude de uma fratura em uma das vértebras (L2), me deixando "de molho" por uns três meses. Logo a seguir o falecimento de meu Pai (meu maior e verdadeiro amigo) de quem herdei e moldei - ao longo de minha criação - algumas de suas virtudes que fizeram o ser humano que sou, o resto é genética. Uma perda irreparável e insubstituível: "Qualquer dia, amigo, eu volto a te encontrar. Qualquer dia, amigo, a gente vai se encontrar" - Milton Nascimento - "Canção da América". 
       Este projeto é bem "rodado" na WEB há algum tempo - principalmente em Sites de Marcenaria. Mas, como sempre, só ando atrasado só agora pensei em construí-lo.
A maior inspiração veio do Adilson Pinheiro, um dos maiores "Youtubers" aqui da terrinha em canais de marcenaria - senão o maior mas, talvez, dentre eles. Basicamente, a modificação se deu no espaço reservado para o fone de ouvido ou outros acessórios destinados ao aparelho, além de outras quase imperceptíveis, endereçadas ao "toque pessoal". Deixo a todos um grande abraço sem prometer que virão, pelo menos muito cedo, outros projetos que, apesar de existirem, dependerão de outros no âmbito profissional para serem colocados em prática.

domingo, 5 de novembro de 2017

MARCENARIA TRADICIONAL - FINE WOODWORKING.


MARCENARIA TRADICIONAL:

      Este espaço está sendo utilizado para homenagear o Tio André (André Padilha de Oliveira), Bisavô de M. Ruiz - para quem não identificou, minha amada esposa.
      Ele foi um profissional eficiente, extremamente técnico e, reconhecidamente de uma habilidade digna de quem exerceu a profissão por amor. Infelizmente não o conheci; as qualidades que mencionei vieram das obras feitas por ele, e que tive acesso. Isto tudo em uma época que eram utilizadas, em grande parte, ferramentas manuais e - em sua grande maioria - confeccionadas pelos próprios profissionais.
      Acredito que estas obras eram confeccionadas em suas horas vagas - quem sabe até como lazer. Pois, era um funcionário civil do Ministério do Exército; onde nas oficinas deste órgão produzia armários de escritório, dormitórios e afins, utilizados pelos quartéis da Vila Militar - Rio de Janeiro.
      Tenho, ainda, construída por ele - uma escrivaninha datada de meados dos anos 30, em cedro (retalhos sobrantes de peças confeccionadas para o E.B). Ela está em fase de restauração (02 anos). Com certeza, quem chegar até aqui perguntará: Por que tanto tempo? Respondo: - Ela ficava em oficina de tornearia mecânica - torneiro Luís Roberto, neto do tio André. Sobre ela eram colocadas peças de carro e etc. Portanto, graxas, óleos e outros produtos químicos que penetraram na madeira. Até hoje ela transpira estes produtos. Sendo assim, de tempos em tempos, tenho que limpá-la aplicar água oxigenada 80 vol., retirar com detergente, água e esponja e, secar à sombra, após aplicar óleo mineral para mantê-la hidratada. Estes resíduos estão aflorando cada vez mais em pequenas quantidades, acredito que falta pouco até serem eliminados totalmente, e assim receber o tratamento final.
       Aproveito o espaço para agradecer e homenagear tia Namir e tio Jorge (tios de M. Ruiz) que me deram a incumbência de perpetuar estes objetos que pertenceram ao pai de tia Namir. Ganhei outros agrados que em breve estarei apresentando a vocês.
       Um beijo no coração de todos, e para o Tio André - onde ele estiver - minhas saudações e reconhecimento pela sua obra.
Um forte abraço a todos.    

- CAIXA EM FORMATO DE LIVRO:












- CAIXA DE FERRAMENTAS - ARTESANATO EM MINIATURAS:







- FERRAMENTAS EM MINIATURAS - MADEIRA E METAL:
PELA ORDEM - ESQUERDA PARA A DIREITA:
- FORMÃO;
- PLAINA;
- MALHETE;
- ENXÓ;
- ARCO DE PUA;
- COMPASSO;
- ESQUADRO;
- SERROTE;
- MARTELO DE UNHA;
- GRAMINHO.

- CAIXA DAS FERRAMENTAS - DATADA E RUBRICADA PELO PROFISSIONAL.


- JOGO DE QUEBRA CABEÇAS:


EM TEMPO: Se faz necessário frisar que, em nenhum momento foi retirado o acabamento original das peças. De tempos em tempos, aplico óleo mineral para manter as madeiras hidratadas.

sábado, 21 de outubro de 2017

GABARITO PARA SARRAFEAMENTO DE MADEIRA - JIG TO CUT WOOD.


GABARITO PARA SARRAFEAMENTO DE MADEIRA:

- MATERIAL UTILIZADO:

- MADEIRAS:
Angelim e Gonçalo Alves (madeiras de reaproveitamento).

- FERRAGENS:
Presilhas em aço (confeccionada por um Torneiro Mecânico);
Dois grampos inutilizados, onde foram reaproveitadas as peças de aproximação e aperto;
Parafusos com cabeças sextavadas, arruelas e parafusos para madeira.



- PEÇAS "MACHO E FÊMEA" - PARA MELHOR FIXAÇÃO À MADEIRA:


                                     







 - COLAGEM DA BASE:

 

 - FURAÇÕES:

 


 - A PEÇA CORRE SOBRE OS REBAIXOS DA MESA DE CORTE - FUNCIONANDO COMO UM TRILHO:
 







COMENTÁRIOS: Gabaritos ou Jig são utilizados na Marcenaria para alcançar produtividade em cortes sequenciais; aprimorar ou melhorar a usinagem circular, reta, angular, rebaixos e etc. Em algumas situações podem substituir com maestria maquinários que não possuímos.
   Este gabarito é "bem rodado" na WEB. Fácil de ser construido e, dificilmente - respeitados os esquadrejamentos das peças; angulações e esquadros - não darão bons resultados. Fator importante na confecção de gabaritos, sem sombra de dúvidas, é a segurança. Este tópico não pode ser relegado a segundo plano sob hipótese alguma.
   Este foi feito para atender minhas necessidades. Para tanto, foi projetado para usinagens de peças de 30mm de largura (mínima) a 90mm (máxima) e 25mm de espessura - comprimento indefinido. É possível a usinagem em ângulos (no máximo 30º). Estas medidas não são aleatórias; Além de serem bem próximas das quais mais utilizo ela permite cortes seguros com as peças bem fixadas e firmes junto à base. Ela terá um Upgrade: No centro de sua base será fixado outro grampo; Esta modificação tem o intuito de usinar peças pequenas (no comprimento), onde o segundo ponto de fixação não é alcançado.
Desejo a todos que por aqui passarem um grande abraço e agradecimentos.

sábado, 23 de setembro de 2017

FLOREIRAS - HANGING GARDEN


JARDINEIRAS - MADEIRA DE REAPROVEITAMENTO.

MADEIRAS: 

- Ipê - esqueleto da janela;
- Angelim - fundo das jardineiras e cercas; também utilizada no preenchimento dos nichos.
- Pinus - flores, caule, folhas e vasos

ACABAMENTO:

- Angelim - Tingidor "tabaco";
- Pinus - Tingidor anelina dissolvida em alcool; 
- Stain Preservante.


Negociadas.
  





COMENTÁRIOS: A janela foi negociada com um carroceiro (personagens que retiram objetos e entulhos das residências que requerem seus serviços - muito comum na Zona Oeste do Rio de Janeiro - com quem fiz um "convênio" (mensalmente ele me fornece peças e objetos que se transformariam em lixo). 
      Depois de desmontada foram retirados os vidros e as ferragens, e com uma esmerilhadeira (lixas grão 40 e 80) retirei a pintura (prata); a partir daí, com o esboço do que eu queria para as peças, executei a montagem e acabamento.
     As peças são exclusivas e para serem negociadas (inclusos parafusos e buchas para fixação) - R$ 280,00 o par. 
   Devido a dificuldade com frete e seu custo, além de preferir que prováveis interessados vejam as peças antes da aquisição, estarei negociando somente para o Rio de Janeiro. Ocasião que encontraremos a melhor maneira para a entrega. O contato poderá ser concretizado mediante e-mail: ururahy@superig.com.br ou através dos comentários.
Um forte abraço a todos.

domingo, 14 de maio de 2017

QUADRO EM MARCHETARIA - CAVALO E FERRADURA - HORSE AND HORSESHOE MARQUETRY

 QUADRO EM MARCHETARIA:

A todas as Mães do mundo meu eterno agradecimento.
A humanidade existe através deste dom dado por Deus. Elas fizeram a história, contaram estórias, viveram histórias e continuarão fazendo tudo com o mesmo desempenho, porém, de forma distinta.

      Fiz este quadro e presenteei minha Mãe. Tempos atrás ela comentou sobre um dos primeiros trabalhos que fiz: Um quadro em Marchetaria que representava o perfil de um cavalo (imagem abaixo),
 



que ela havia gostado muito. Deparei-me, no "Pinterest", com este desenho e, resultado de pouca inspiração aliado à falta de tempo, aproveitei-o para transformá-lo em algo que daria um bom resultado na técnica escolhida. Gostei! E, o mais importante, foi do seu agrado.

COMPOSIÇÃO:

-  Substrato - madeira (Caxeta): Pedaço de uma prancha eliminada (ponta) por estar danificada (desnivelada e rachada). Um bom trabalho de  aparelhamento e esquadrejamento deixou-a perfeita;

 - Perfil do cavalo e ferradura: madeira (Freijó), encontrada no lixo (porta de uma escrivaninha - imagino);

- Folheado: Pré-composto Ébano.

ACABAMENTO:

- Seladora: Goma laca;
- Cera (Cera de Carnaúba, Cera de Abelha e Parafina, diluídos em aguarráz).

 











CONSIDERAÇÕES: Sem fotos do passo a passo. Realmente tenho tido muito pouco tempo para praticar este hobby, muito além do que gostaria.  Estou envolvido, até o pescoço, com meu trabalho (troca de secretária, saída de um grande companheiro e, outras atividades estressantes e inerentes à crise político-económica).
Esta peça foi confeccionada "a toque de caixa" (início dos trabalhos: meados da tarde de sábado, e finalizado ao final da noite do mesmo dia); inclusive, desrespeitei o designe que entendi seria o mais conveniente. Mas, precisava presentear minha Mãe. Não algo qualquer adquirido em uma loja, sem a plena certeza que seria de seu agrado. Não algo fadado ao fundo de uma gaveta ou armário. Precisava de uma lembrança marcante e que me trouxesse satisfação ao entregá-lo.
Lembrei de minha distante infância - onde as mestras ajudavam-nos a construir o presente que seria dado às Mães nesta data, e esta foi a principal inspiração para o projeto.
Atualmente estou envolvido (poucas horas semanais) no primeiro projeto de carpintaria que, breve, espero estar apresentando a vocês.
um forte abraço a todos.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

BANDEJA EM MADEIRA REAPROVEITADA - TRAY REAPROVED WOOD

MATÉRIA PRIMA:

- Pinus (desmonte);
- Angelim (desmonte);
- MDF 03mm;
- Folheado de Freijó Natural (revestimento inferior).

ACABAMENTO:

- Goma Laca (seladora);
- Cera para peças marchetadas.

DIMENSÃO:

435,00mm X 335,00mm






 COMENTÁRIOS: Peça encomedada pela Sra. Hilda da cidade do Rio de Janeiro na forma em que foi projetada. A proprietária solicitou algo simples e rústico, que tivesse como fundo madeira com os veios aparentes. O esboço foi aprovado a peça será entregue amanhã. Espero que seja do seu agrado e que fique totalmente satisfeita com o resultado. A propósito: não houveram fotos do passo a passo (o calor aqui no Rio era algo  fora de qualquer padrão que eu esteja acostumado). Pegar máquina fotográfica com as mãos suadas e sujas é um convite a ter que adquirir outra. A novidade se deu no pegador projetado e confeccionado aqui na oficina. Contudo, muito trabalhoso e sem custo benefício; É bem mais prático adquirí-lo pronto.
Um abraço a todos que aqui passarem.

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

BANDEJA E PORTA-COPOS - MARCHETARIA DE BLOCO -TRAYS AND SUPPORTS FOR CUPS - BLOCK MARQUETRY.


MATÉRIA PRIMA:

- Canela  (desmonte);
- Pinus (madeira de obras);
- Cerejeira;
- MDF 03MM.

ACABAMENTO:

- Goma Laca (seladora);
- Óleo Mineral;
- Cera para peças marchetadas.

DIMENSÕES:

- Bandeja: 398mm X 498mm. 
- Porta-copos: 95mm X 95mm 












COMENTÁRIOS: Este projeto foi feito sob encomenda para a Sra. Aline do Estado do Rio de Janeiro. Não fotografei o passo a passo, pois o projeto é similar ao já confecionado anteriormente. Link: http://marchetariaururahy.blogspot.com.br/2015/07/madeira-de-demolicao-segmentada-bandeja.html. As fotos não espelham a realidade da peça -  ficou maravilhosa, com exceção das medidas que ficaram 02mm a menor do solicitado. Tal diferença se apresentou no esquadrejamento da peça (preferi mantê-la no esquadro em detrimento das dimensões). Espero que seja do agrado da proprietária e que ela fique completamente satisfeita com a aquisição.
Um abraço a todos que aqui passarem.